JB Anti-Radiações Nocivas

 Dicas saudáveis


A Dieta Anti-Radiação

Os alimentos recomendados e suplementos para ajudar a proteger a sua saúde e contra os efeitos da radiação.

Um corpo equilibrado pode curar a si mesmo ... mas precisa de sua ajuda. É importante prestar muita atenção aos alimentos e suplementos dietéticos que você consome. Aqui está o porquê.

Dieta ea suscetibilidade do organismo à radiação estão intimamente entrelaçados. Radiação e poluentes destruir as vitaminas A, cálcio C, E, vitaminas K N diversas, ácidos gordos essenciais, e neuro-hormônios. Se o seu organismo não dispõe de cálcio. Potássio e outros nutrientes, ele irá absorver mais facilmente os elementos radioativos que são semelhantes em estrutura para esses nutrientes.

Sua melhor aposta é para comer naturais, frescos, orgânicos (tanto quanto possível) alimentos não processados, evitando, açúcar branco de leite, carne vermelha, trigo refinado, cafeína e homogeneizado. Aqui está uma lista de alimentos amplamente recomendada e suplementos alimentares que podem ajudar a equilibrar a química do seu corpo. Esta lista não é de forma exaustiva, mas ele vai te dar um bom lugar de partida.

SUPLEMENTOS DE PROTEÇÃO


    Cálcio / magnésio

    The New England Journal of Medicine relatou que o cálcio pode impedir que as células pré-cancerosas de se tornarem cancerosas. Ele também protege contra o estrôncio 90 (estrutura semelhante à de cálcio) e outros radioisótopos.
    Vitamina A ou beta-caroteno

    Esta vitamina fabrica anticorpos, mantém e protege as membranas mucosas, e protege a glândula timo, a glândula mestre do sistema imunológico. Ela ajuda a proteger contra a formação de tumores e câncer, bem como reverte processo de envelhecimento da pele causada pela luz ultravioleta
    Coenzima Q10

    Esta substância protege contra muitos produtos químicos e radiação, oferecendo enormes benefícios para o sistema imunológico e retardar o processo de envelhecimento. Pessoas que sofrem de problemas cardíacos, pressão alta, angina e obesidade muitas vezes esta substância para ser útil nos sintomas de gestão. Níveis naturais diminuem com a idade e, portanto, a suplementação é necessária.
    Vitamina C + bioflavinoids e rutina

    Uma dose de proteção entre 500mg e 2.000 mg pode contrariar toxinas e radiação.
    Vitamina E

    Neutraliza os radicais livres e protege as membranas delicada.
    Zinco

    Ajuda a fortalecer a glândula timo de células T produtoras. Apontar para 50 a 100 mg por dia, disponível a partir de grãos, nozes, sementes e legumes.
    Selênio

    Selênio combate o câncer e protege contra agentes cancerígenos, ajudando a produzir um limpador do radical livre chamado glutationa peroxidase.
    Proanthocyanadins (extrato de semente de uva / Pycnogenol)

    Considerado um dos mais poderosos antioxidantes ou varredores de radicais livres, o extrato de semente de uva ajuda a combater a poluição, estresse e radiação
    DHEA

    O hormônio mais dominante no corpo, o DHEA é considerada a "Fonte da Juventude" hormônio, porque pode ajudar a ampliar a expectativa de vida. DHEA ajuda a neutralizar os efeitos negativos do estresse, estimula o sistema imunológico, regula o colesterol no sangue e reduz a pressão arterial. Ele reequilibra os hormônios no corpo, especialmente durante a menopausa, diminui a produção de radicais livres, e inibe o crescimento de cânceres e cancerígenos. Uma boa fonte de alimento de DHEA é inhame selvagem.
    Melatonina

    Este hormônio de câncer inibindo valiosa é freqüentemente usado para repor os níveis de melatonina, um hormônio secretado pela glândula pineal que afeta o ciclo do sono, da fertilidade e do sistema imunológico. É freqüentemente usado para prevenir e combater o jet lag e pode reequilibrar a glândula pineal após a exposição a campos elétricos
.


Alimentos protetores

    Clorofila-contendo alimentos: cevada grama e chlorella.

    Clorofila se assemelha ao sangue humano e é usado para purificar, desintoxicar, purificar e curar muitas doenças. Ele retarda o crescimento bacteriano, desintoxica metais pesados ​​do corpo, aumenta a cicatrização de feridas, desintoxica o fígado e outros órgãos, desodoriza o corpo, remove as bactérias putrefactive do cólon, auxiliares de cura de 11 tipos de doenças de pele, alivia úlceras, gastrite, pancreatite e outras condições inflamatórias, ajuda a curar doenças da gengiva, e inibe a radiação ea ativação metabólica de muitos carcinógenos. Muitos estudos têm relatado os efeitos protetores da clorofila em animais irradiados.

    Existem suplementos de clorofila pura disponível se você não gosta de comer grama ou algas. Melhor ainda, tente um dos seguintes alimentos todo, todos os que são excelentes fontes de clorofila e outros nutrientes essenciais.

        Grama de cevada (trigo) é um alimento totalmente equilibrado. Ele contém todos os nutrientes necessários para a vida, vitaminas, minerais, enzimas e outras proteínas (aminoácidos), ácidos graxos essenciais e clorofila. Grama de cevada tem milhares de enzimas vivas (uma proteína especial). Enzimas são catalisadores biológicos da natureza que iniciam todas as transformações químicas no corpo. Mais de 3.000 enzimas foram identificados. Eles são necessários para cada transformação do corpo - digestão, respiração celular, movimentos corporais, processos de pensamento, de desintoxicação, o controle do câncer, gorduras, proteínas e metabolismo de carboidratos, etc

        A quantidade diária normal de grama de cevada é de 1-3 colheres de chá (1 colher de chá = 2 gramas). Se você escolher a grama de trigo (suco), comece com uma onça por dia e aumentar gradualmente a quatro ou seis onças.

        Chlorella, uma de água doce verde micro-algas que tem clorofila ainda mais do que a grama de cevada (trigo), mais 55-65% de proteína com 19 aminoácidos, incluindo todos os essenciais. É uma excelente fonte de beta-caroteno, vitaminas Bl, B-2, B-3, B-6, B-12, ácido pantotênico, ácido fólico, biotina, PABA, inositol e vitamina C. A vitamina B-12 é especialmente importante para vegetarianos que pode ser deficiente nesta vitamina. Chlorella tem mais B-12 de fígado. Também contém sais minerais importantes - ferro, fósforo, magnésio, cálcio, zinco, potássio, enxofre, iodo e vestígios de sódio, manganês e cloro.

        Chlorella vem em uma forma pequena pílula que pode ser mais palatável para algumas pessoas. 


    Miso

    Feita a partir de soja fermentado naturalmente, arroz ou cevada, miso é uma fonte superior de proteína total utilizável, auxilia a digestão e assimilação, é baixa em gorduras, tem um sabor maravilhoso salgado, promove saúde e ajuda a neutralizar a poluição ambiental, incluindo radiação. A razão para protectiveness Miso não é realmente conhecida. Observou-se que os japoneses que comeram miso cotidiana não morreu de câncer induzido pela radiação depois das bombas em Hiroshima e Nagasaki. O efeito observado de miso como um agente cancerostatic foi confirmado em um estudo recente no Japão.
    Fermentados (ácido láctico) e sucos de vegetais

    Alimentos com ácido láctico fermentado possuem propriedades medicinais e podem no tratamento biológico de muitas condições, incluindo câncer, artrite, esclerose múltipla, rim e as doenças hepáticas e distúrbios digestivos. Fontes incluem chucrute, beterraba, cenoura, pimentão verde e vermelho, folhas de beterraba, acelga e aipo.
    Cultivadas (fermentado) produtos lácteos: iogurte, kefir, leitelho, queijo não processado.

    Estudos indicam que a longevidade grupos de pessoas que utilizam os produtos de leite cultivados em sua dieta viver mais tempo. Iogurte de verdade é feito de todo fresco (unhomogenized) de leite com bilhões de bactérias amigáveis ​​vivem, um mínimo de mel ou frutose, e talvez alguma fruta real.

    Kefir, iogurte e outros leites fermentados contêm uma substância não identificada, que reduz o colesterol. O iogurte é um excelente substituto para o sorvete em milk shakes e smoothies. Usá-lo em batatas ao invés de creme de leite. Faça a sua própria molhos de salada com iogurte, mel, vinagre e especiarias.

    Estes produtos também contém bactérias amigáveis, tais como os lactobacillus acidophilus e outras cepas desempenhar funções importantes em seu colo. Estas bactérias colonizam o cólon e despejá-hostis, bactérias perigosas e outros organismos do seu cólon. Estas bactérias também sintetizam germe destruidor de anticorpos em seu colo.
    Vegetais crucíferos (repolho, couve de Bruxelas, brócolis, nabos, repolho, espinafre, couve-flor, e os verdes, como couve)

    Esta família de vegetais contêm substâncias que inibem a mama e de cólon crescimento de células cancerosas. Repolho e outros vegetais crucíferos contêm também dithiolthiones, um grupo não-tóxicos dos compostos que têm antioxidante, anticancerígena e anti-radiação propriedades.

    Fontes incluem escuro, legumes (brócolis, espinafre, couve, acelga, alface, escarola, chicória, escarola, agrião, couve, mostarda e verde-leão), escuro vegetais amarelos e alaranjados (cenoura, batata doce, inhame, abóbora, inverno squash) e frutas (melão, damascos, pêssegos, mamão e melancia).
    Alimentos ricos em fibras: cereais integrais, frutas e legumes

    Dados epidemiológicos sugerem que uma dieta rica em fibras protege contra o câncer do intestino grosso, talvez, por várias razões. Dilui cancerígenos do intestino, diminui o tempo de trânsito do cólon e altera a composição e atividade metabólica da flora fecal e certas substâncias cancerígenas no cólon. É por isso que é mais saudável para comer cereais integrais contendo o farelo e fibra, e frutas e vegetais inteiros em vez de seu processado, colegas particionado.
    Alimentos que contenham vitamina um natural de um

    Tais como feijão, batata, inhame, batata doce, aspargos, tomate, cebola e espinafre), frutas (manga, uva, abacate, pêras, laranjas, mais o branco sob a casca e polpa, além de sementes e maçãs peeling, morangos), todas as sementes unsprouted (principalmente de girassol, gergelim e abóbora), todas as porcas (especialmente amêndoas e castanha de caju), vegetais verdes folhosos, alfarrobeiras e chás de flores frutas e folhas (flores de pêssego, folhas de morango, flores de cerejeira, flores de maçã), e todas as gramíneas , como o trigo ea cevada.

    A vitamina A, ácido abscísico analógico, é encontrado em grandes quantidades nas gramíneas, sementes, nozes, legumes, folhas maduras e frutas listadas acima e no poço de damasco. O corpo produz ácido abscísico in vivo (dentro) de suco de cenoura crua e fígado cru.
    Sementes de gergelim - solo, primas (tahine) ou em cápsulas.

    Óleo de semente de gergelim contém uma substância chamada Complexo T, o efeito principal dos quais é o aumento de plaquetas no sangue - um imperativo para combater a infecção.

    Se você não gosta de pílulas, apenas comer sementes de gergelim cru ou tahine. Além de T Complex, sementes de gergelim contêm valiosos ácidos graxos essenciais (EFAs) que são trabalhadores importante no sistema imunológico.
    Vegetais do mar e seus produtos

    Alginato de sódio, um extrato de algas marinhas do Pacífico não nutritivas usado para ligar e desintoxicar metais pesados ​​do corpo (como o chumbo, mercúrio, cádmio, etc), e ágar, usado como um agente espessante em vez de amido de milho ou de gelatina, vai proteger a corpo humano a partir de efeitos da radiação. Eles também reduzem a absorção de estrôncio 90 por 50-80%.

    Kelp e dulse, excelentes fontes naturais de iodo, ajudar a proteger contra iodo radioativo, encontrada principalmente no leite. Quando a dieta é suficientemente abastecido com iodo orgânico (como em alga marinha), iodo radioativo não é tão facilmente absorvido pela tireóide ou os ovários. Kelp contém 150.000 mcg de iodo por 100 gramas (32 onças). A RDA de iodo é 150-200 mcg. Uma dose diária razoável de algas seria 1-2 colheres de chá de grânulos ou comprimidos 5-10. Outros alimentos iodo são: frutos do mar, fígado bovino, abacaxi, ovos e trigo integral.

    Nota: Tomar algas como uma fonte de iodo é muito mais seguro do que beber ou comer iodo iodeto de potássio, que pode ser especialmente perigosa para mulheres grávidas e pode causar reações alérgicas. Iodo (inorgânico) é tóxico devido à sua tendência para combinar com a proteína. É assim que destrói as bactérias (uma proteína). Quando você coloca o iodo em sua boca, ele combina com a proteína lá e no estômago ou onde quer que vá. Isso faz com irritação ou pior. Além disso, súbita grandes doses de iodo em seres humanos com uma tireóide normal pode reduzir a síntese de hormônios da tireóide.


    Abelha e pólen de flores

    O pólen é um excelente alimento contendo todos os aminoácidos essenciais, vitaminas A, D, E, K, C, bioflavanoids, do complexo B (especialmente ácido pantotênico e B-3), e 27 minerais.

    A pesquisa provou pólen para ser benéfico no tratamento de várias doenças. Dr. Emil Chauvin (Francês Academy of Science) descobriu pólen de abelha foi benéfico no tratamento da anemia (aumenta os glóbulos vermelhos e hemoglobina), prostatis crônica, constipação, flatulência e infecções do cólon, especialmente diarréia.

    Dr. Peter Hernuss da Universidade de Viena Clínica da Mulher realizou um estudo envolvendo 25 mulheres com câncer de útero inoperante. Todos receberam radioterapia. Os 15 que tomaram 20 gramas de pólen de abelha três vezes por dia tolerada a radiação muito melhor do que os dez que não tomou nenhuma pólen de abelha.
    Ácidos graxos essenciais, GLA e EPA

    EFAs são essenciais para o bom funcionamento do sistema imunológico e protege contra o câncer. Alimentos fontes incluem o óleo de semente de linho, óleo de prímula e certos peixes, principalmente salmão.


Chás especiais

    Pau d'arco (ipê roxo também chamado, la pacho, taheebo e chá bowstick).

    Um chá de ervas com a casca interna de duas árvores que crescem na parte mais quente da América do Sul (Brasil, Argentina, Paraguai, Bolívia, etc.) Muitos médicos sul-americanos usam um chá terapêutico a partir desta erva para aliviar a dor e tratar muitas doenças, incluindo leucemia e outras formas de câncer, infecções, incluindo leveduras e outras condições de fungos, erupções cutâneas, e muitas outras doenças.

    Dr. Theodoro Meyer, da Universidade Nacional de Tucumán, uma província dos Andes argentinos, estudou a composição química do taheebo e encontrou uma substância chamada xyloidin, um antibiótico capaz de matar vírus. Dr. Ruiz Prats, MD, de Concepción, uma cidade na província de Tucuman, relatou perfis sangue de pacientes com leucemia antes e após o tratamento com taheebo para documentar a eficácia da taheebo no tratamento de certos cancros. Detalhes clínicos são fornecidos pelo professor Carlos Hugo Burgstaller em seu livro sobre a flora medicinal do Paraguai e Argentina, La Vuelta A vegetales LOS (Buenos Aires, 1968).

    Este chá foi amplamente disponíveis em muitas lojas de produtos de saúde até que as notícias de suas reivindicações anticâncer tornou-se generalizada. Há agora um esforço FDA para proibir a sua venda nos Estados Unidos. Já foi retirado do mercado canadense para ser "reclassificados como uma droga over-the-counter" por causa da cura reivindicações feitas por ele. A aprovação do FDA de uma droga para um uso específico leva 8-12 anos e custa cerca de 56 milhões dólares (1982 estimativa).
    TEA açafrão.

    Contém colchicina, uma substância que tem sido utilizado no tratamento de leucemia. Ele também reduz o ácido úrico (alta naqueles que têm uma tendência para a gota e / ou doença cardiovascular).
  

Chá de tomilho.

    Muitas vezes usado como um remédio depois de raios-x. Apenas íngremes uma colher de sopa de tomilho por litro de água quente por 20 minutos, deixa arrefecer e coe.
   

CHÁ PRETO

    (CONTENDO tanino) e mel. Utilizados para proteção de radiação na China.

Informações para este relatório foi extraído de Combate aos Poluentes Radiação e química com alimentos, ervas e vitaminas, por Steven Schecter, ND, e protecção contra radiações Manual, Lita Lee, Ph.D.

Elogios desde de Dimensional de Design Products Inc, fabricante do ™ SafeSpace produtos www.safespaceiprotection.com .
 


 ABACATE
Propriedades Nutricionais: O abacate é rico em vitamina E, gorduras monoinsaturadas (a mesma o azeite de Oliva), vitaminas, sais minerais e glutationa, um poderoso antioxidante. Seu acentuado valor energético é relacionado ao seu conteúdo em gorduras, responsável pelo aumento do colesterol HDL (considerado o bom colesterol, pois protege as artérias ao invés de destruí-las).
Valor Calórico: 100 gramas de abacate fornecem 162 calorias
Propriedades Medicinais: O abacate beneficia as artérias, reduz o mau colesterol e dilata os vasos sangüíneos. Sua gordura age como antioxidante, bloqueando a
toxidade do colesterol LDL, que destrói as artérias. Além disso, é um poderoso bloqueador de trinta agentes cancerígenos diferentes.

Medicina Popular:

    Dor: Do abacate se extrai um azeite muito bom para combater localmente a dor reumática e dor da gota.
    Diurético: O chá da folha do abacateiro tem fama de ser diurético e carminativo. É usado para eliminar cálculos renais e gases intestinais.
    Ação intestinal: o caroço tostado e moído bem fino combate a diarréia e a disenteria.

VOCÊ SABIA?

- Ao contrário do que ocorre com a maioria das frutas, os abacates só começam a amadurecer depois de colhidos. A fruta já desenvolvida pode ser deixada na árvore por seis meses sem que se estrague. Uma vez colhido, entretanto, o abacate verde amadurece em poucos dias.

- O abacate é nativo da América Central. O México é o maior produtor.

- O abacate tem mais proteína do que qualquer outra fruta – cerca de 2g para cada porção de 110g.

Servido como parte de uma refeição ou lanche com baixo teor de gordura, o abacate contribui com alguns nutrientes importantes. Cento e dez gramas, ou seja, aproximadamente a metade de um abacate médio, fornecem 500mg de potássio e mais de um terço da necessidade diária recomendada de folato; fornece, também, 10% ou mais das necessidades diárias recomendadas de ferro, magnésio e vitaminas A, C, E e B6.

O abacate deve ser servido cru – pois ele se torna amargo quando cozido. É possível, entretanto, acrescentá-lo a pratos quentes que já tenham sido cozidos, misturando-o com um molho de massa condimentado ou em fatias sobre um peito de frango grelhado.

Rico em nutrientes, bloqueia agentes cancerígenos.
O abacateiro é uma árvore altaneira de belo porte, que chega a 20 m de altura. Suas folhas são abundantes, de cor verde ou castanho-clara. O fruto tem a forma de uma grande pêra, com uma enorme semente e polpa gordurosa, amarelada, de excelente sabor. É oriundo da América Central e cultivado em regiões tropicais. Seu nome científico é Persea gratissima Gaert e pertence à família Lauraceae.
Existem 3 tipos de abacate: o mexicano, o guatemalense e o antilhano, este último cultivado no Brasil. O avocado é uma mistura de 2 tipos de abacates e surgiu nos Estados Unidos, sendo cultivado em nosso país após 1980. Ele é pequeno, de casca verde rugosa e mais rico em gorduras monoinsaturadas, e não forma colesterol no nosso organismo.
O uso regular do abacate na alimentação beneficia as artérias, reduz o colesterol e a pressão arterial e dilata os vasos sanguíneos. O ácido oléico, seu principal componente de gordura monoinsaturada, bloqueia a toxidade do mau colesterol, conhecido como o destruidor das artérias. O abacate também age contra a prisão de ventre, perturbações digestivas. Melhora o funcionamento da vesícula biliar, é balsâmico e ajuda a normalizar distúrbios na menstruação.
Especialistas em doenças cardíacas desaconselham os ácidos graxos (gorduras saturadas) de origem animal, pois elevam os níveis de colesterol no sangue, acumulando-o nas artérias e obstruindo-as. A degeneração das veias circulatórias acaba provocando acidentes vasculares. Por isso os especialistas recomendam a ingestão de gorduras monoinsaturadas, como a do abacate.
O grupo dos ácidos monoinsaturados atua de modo seletivo, eliminando o LDL, responsável pelo acúmulo de colesterol no sangue.

O abacate é antiinflamatório, auxilia na desintoxicação do fígado. Suas substâncias ativas, testerol e lecitina, ó tornam eficaz no tratamento das artroses, reumatismo e gota. O chá de suas folhas ou o pó do seu caroço torrado e moído acabam rapidamente com diarréia. O uso do caroço triturado e tostado, em forma de chá, elimina a tênia e outros vermes intestinais.
Externamente, elimina a caspa, fortalecendo os cabelos e combatendo a calvície.

O abacate é rico em nutrientes, contém proteínas, ferro, hidrato de carbono e substâncias minerais. A sua polpa é rica em vitaminas A, B 1, B 2, E, açúcar, fitosterol, lecitina, tanino e ácido oléico, linoléico e palmítico. O abacate possui ainda glutationa, um anti-radical livre, capaz de bloquear cerca de 30 agentes cancerígenos diferentes. As vitaminas do abacate agem contra problemas da visão, participam do crescimento dos ossos e dentes, combatem os radicais livres e atuam no processo de renovação da pele. As vitaminas do complexo B facilitam o metabolismo normal dos carboidratos. A vitamina B 1 ou tiamina, protege contra a síndrome da morte súbita, controla a diabetes e é útil no tratamento de herpes. A B 2 (riboflavina), é essencial para a produção de energia do organismo e auxilia a formação da glutationa. A vitamina E, protege contra doenças cardiovasculares, estimula o sistema imunológico, protegendo contra doenças da pele. Pode formar compostos com os radicais livres, servindo como antioxidante, chamada também de vitamina da beleza. A vitamina A é necessária para a boa visão, é anticancerígena e anti-radicais livres. A vitamina C, aumenta a imunidade contra infecções, reduz o colesterol e combate a infertilidade, tendo também ação anticancerígena.


Possui os seguintes minerais: magnésio, que é essencial à vida, ajuda no metabolismo da glicose e a nutrir os nervos e o cérebro; cálcio, que combate a osteoporose; ferro, que combate a anemia tanto em gestantes como em lactantes e ajuda a formar as hemácias; fósforo, que junto ao cálcio ajuda na mineralização dos ossos e nos neurônios, melhorando o raciocínio.


A lecitina do abacate possui substâncias essenciais ao bom funcionamento do organismo, evitando obstruções nas paredes dos vasos e artérias, que dificultam a circulação, uma vez que emulsifica biologicamente as gorduras e reveste as gotículas de lipoproteínas, tornando-as dispersas e solúveis.


Uso externo:-para tratar cefaléia ou nevralgia, preparam-se as folhas em água quente, que depois de mornas são colocadas sobre a cabeça. O resultado é imediato. O chá também pode ser usado sob a forma de compressa, várias vezes ao dia.


Uso interno – em caso de gases intestinais e problemas renais, as folhas podem ser usadas como chá, tomando duas xícaras, duas vezes ao dia. Para tratar irregularidades na menstruação, pode-se usar o chá das flores, uma xícara, duas a quatro vezes ao dia. Em casos de diarréia, disenteria e vermes, usam-se os caroços torrados e moídos numa decocção de duas colheres (café) em uma xícara de água morna, três vezes ao dia.


A polpa é bastante energética; uma dose de 100 g contém 198 calorias.

É curioso: muitas pessoas acham que o abacate aumenta o colesterol, o que é um erro. Em primeiro lugar, o colesterol é uma gordura animal, então não existe no abacate. Em segundo lugar, as gorduras monoinsaturadas presentes no abacate ajudam a reduzir o colesterol e os triglicerídeos.

http://saudealternativa.org/2007/12/06/abacate/

GERGELIM
(Sesamum indicum)


Existem três tipos de sementes de gergelim: as de cor branca, marrom e preta, sendo que a última apresenta mais características medicinais. O óleo de gergelim comumente utilizado é composto das três variedades.

O gergelim apresenta o sabor doce, característica neutra e ação principal no fígado e nos rins, nos quais aumenta a essência (Yin) e fortalece as funções. Igualmente tem efeito tonificador sobre o sangue.

Indicações para o uso do Gergelim

- Tonifica o fígado e os rins;
- Umedece os cinco órgãos;
- Fortalece os tendões e os ossos;
- Tonifica o estômago e os intestinos;
- Acalma o Qi do fígado;
- Clareia a visão;
- Refresca o sangue;
- Libera os efeitos tóxicos do calor;
- Tônico geral, principalmente após hemorragias;
- Deficiência de Qi baço/ pâncreas e dos rins;
- Fortalece os membros inferiores;
- Combate dores lombares e de joelhos, impotência sexual; reumatismos;
- Evita a queda e branqueamento precoce dos cabelos.

O gergelim é rico em vitamina A, B1, B2, E, niacina, cálcio, fósforo, ferro, fibras e, principalmente, em óleos, dos quais 40% é constituído de ácido linoléico, ácido linolênico, ácido oléico e outros.

O óleo de gergelim, largamente utilizado, deve ser empregado nas frituras vegetais, pois esta combinação evita a perda da essência dos mesmos. Também deve ser empregado para aqueles que fazem dieta exclusiva de vegetais, na qual faltam os óleos, principalmente os essenciais.

Dentre as gorduras poliinsaturadas contidas no óleo de gergelim, algumas são essenciais (ácido linoléico e ácido linolênico). O uso de óleo de gergelim é, portanto, importante, uma vez que o nosso organismo é incapaz de sintetizar esses ácidos graxos, que são indispensáveis no transporte de gorduras do sangue, promovendo assim a limpeza de gorduras saturadas sangüíneas, responsáveis pela hipercolesteroremia.

Gergelim e o Sistema Digestivo

O gergelim umedece e lubrifica os intestinos. Esta ação deve-se à presença de ácido linol presente na casca de gergelim, aumentando o peristaltismo intestinal, o trânsito do bolo alimentar e ativando a circulação sangüínea ao nível da parede intestinal. Desta maneira evita a prisão de ventre e as hemorróidas. Nas gestantes com prisão de ventre em que o uso de laxativos é contra-indicado, deve-se tomar sopa de gergelim para solucionar este inconveniente.

Gergelim e a Energia dos Rins

O gergelim nutre e fortalece a energia dos rins, aumentando, conservando e repondo a essência sexual.

Age sobre o coração, através dos rins, evitando as taquicardias. Conserva e nutre os cabelos evitando o branqueamento precoce, pois normaliza a função da melanina.

Associando-se o gergelim à papa de arroz integral, promove-se o aumento da lactação, pelo efeito já conhecido sobre a Energia do Canal Curioso do Vaso da Concepção.

Gergelim e a Energia do Fígado

O gergelim é utilizado para aumentar a acuidade visual, quer seja diurna, quer seja noturna, que é promovida pela presença de vitamina A.

A partir dos 45 anos, quando começa a diminuição da acuidade visual, é aconselhável ingerir gergelim de modo rotineiro.

Outra ação é sobre a hiperexcitabilidade do nervo periférico levando ao quadro de neurite. O gergelim também tem ação antinflamatória dos nervos periféricos.

Gergelim e o Sangue

Nutre o sangue e aumenta a produção pela presença de ferro. Também atua aumentando a resistência da parede dos vasos sangüíneos e fortalecendo todas as células do corpo.

Óleo de Gergelim

Apresenta sabor doce, característica refrescante, ligeiramente frio. Tem ação principal no intestino grosso.

Tem as funções de umedecer a secura, de favorecer o peristaltismo intestinal, de neutralizar as toxinas, de ser fortificante de Qi e de sangue, pois conserva as propriedades dos grãos de gergelim. É um meio ideal para retirar as vitaminas lipossolúveis dos vegetais.

 Banana, alimento para os músculos, inclusive coração

A inclusão da banana, rica em potássio, na dieta habitual dos adultos e idosos está sendo recomendada pelos especialistas, depois de estudos acentuarem a importância do mineral para a função muscular adequada, inclusive o coração.  

Uma banana média, de 115g, fornece um terço das necessidades diárias recomendadas de potássio. Cada banana contém cerca de 100 calorias, principalmente sob a forma de frutose e amido, que o corpo converte em energia.

É, por isso, um dos alimentos favoritos dos atletas, que a consideram um anabolizante natural.

Mas a preferência dos atletas tem também uma outra razão: as cãibras, dolorosas contrações espasmódicas dos músculos.

Segundo o dr. João Olyntho, do Comitê Olímpico Brasileiro, a banana por ter grandes quantidades de potássio alivia as cãibras e, por isso, a recomenda aos esportistas.

A composição da dieta do brasileiro piorou na última década, alertam especialistas. De 1988 para cá, o consumo de gorduras aumentou, enquanto o de verduras e frutas ficou estável ou diminuiu mais ainda em diversas regiões do país.

"A maioria das pessoas, incluindo os idosos, não tem muita vontade de comer esses alimentos", disse a nutricionista Ileana Mourão Kazapi, professora da Universidade Federal de Santa Catarina, em Florianópolis.  

Hipertensão

Os pacientes que usam diuréticos para combater a pressão alta geralmente são aconselhados a comer de duas ou três bananas por dia, para ajudar a repor o potássio eliminado na urina.

Em termos de fruta como fonte de potássio, a banana só é superada pelo abacate, que tem o inconveniente de ser rico em gordura.

A inclusão da banana na dieta habitual reduz o risco de derrame e doenças relacionadas à pressão sangüínea.

Essa afirmação poderá até constar do rótulo da fruta nos Estados Unidos, depois que as autoridades normativas de drogas e alimentos aprovaram os estudos apontando os benefícios da banana.

"Dietas contendo alimentos que representam boas fontes de potássio e pobres em sódio podem reduzir os riscos relacionados à pressão sangüínea e de derrame," diz o rótulo. "Agora podemos confirmar que há uma correlação direta de saúde entre o consumo de banana, e ingestão de potássio e pressão sangüínea baixa," declarou Tim Debus, vice-presidente da International Banana Association, citado pela agência de notícias Reuters.

Um estudo endossado pela Sociedade Americana de Hipertensão comparou os efeitos anti-hipertensivos de uma dieta com redução de sódio e outra denominada DASH, Dietary Approaches to Stop Hypertension, baixa em gorduras e rica em frutas, vegetais, fibras e minerais, como cálcio, potássio e magnésio.

O segredo para ter uma pressão estabilizada não é somente limitar o sal, concluiu. Na reunião da sociedade, no ano passado, uma das novidades apresentadas foi a importância do consumo de potássio.

"Esse sal mineral protege contra o aumento da pressão e o acidente vascular cerebral", afirmou Carlos Galarza, da Unidade de Hipertensão Arterial do Hospital Italiano de Buenos Aires e co-diretor do curso da Universidade de Buenos Aires sobre hipertensão arterial e doenças de risco cardiovascular.

"O que determina o nível de pressão não é a quantidade de sódio isoladamente, mas a relação potássio/sódio, que deveria ser de 1 para 1,5 e é de 0,3 para 1", diz Galarza.

A banana é também boa fonte de vitamina B6, com pelo menos 10 por cento da dose recomendada de vitamina C e folato. Além disso, fornece 2g de fibra solúvel, que ajuda a diminuir o nível de colesterol no sangue.

Fonte: CNN

A romã ou Punica granatum, pertence à família das punicáceas. Nativa e domesticada no Irã (antiga Pérsia) por volta de 2000 A.C., esta fruta foi levada pelos fenícios para o Mediterrâneo de onde se difundiu para as Américas, chegando ao Brasil pelas mãos dos portugueses.

Além de linda, essa fruta tem elevada quantidade de fitoquímicos, com destaque para antocianinas, ácido gálico, catequinas poderosos antioxidantes e além de outros nutrientes, tais como ferro, cálcio, cloro, cromo, cobre, magnésio, manganês, potássio, selênio, sódio, zinco, vitamina C, prolina, valina, metionina, serotonina.

Todas as suas partes (semente, suco, casca, folhas, flores, raízes) são aproveitáveis, isto é possuem propriedades farmacológicas:

• Leve ação estrogênica: torna seu consumo interessante para o climatério.

• Antioxidante: previne doenças cardíacas, tem ação semelhante ao do chá verde, sendo superior ao vinho tinto. Diminui o mau colesterol.

• Antiinflamatória: é indicada para artrite reumatóide, doenças inflamatórias intestinais, e da mucosa oral. Não afeta a função cardiovascular como acontece com alguns medicamentos antiinflamatórios. Também tem ação antibacteriana.

• Anticancerígena: diminui a proliferação e crescimento celulares, previne câncer de próstata, oral, cutâneo, mamário, pulmonar, cólon e leucemia.

• Hipertensão e Aterosclerose: O consumo diário de 50ml de suco de romã diminui a espessura da íntima média, além da redução da pressão arterial e da peroxidação lipídica, ou seja, a oxidação da gordura, gordura oxidada (é este tipo de gordura que entope os vasos).

Já o consumo de 240ml de suco de romã, age na redução da isquemia induzida por estresse.

• Diabetes: Ação hipoglicemiante (extrato da Punica) diminui a glicemia pela inibição da absorção de carboidratos.

• Beleza: A romã é rica em antioxidantes, que combatem os radicais livres, responsáveis pelo envelhecimento precoce, leia-se flacidez cutânea, perda da elasticidade, rugas e manchas.

Aumenta o fator de proteção do filtro solar que você aplica na pele, o ácido elágico potencializa os níveis de glutationa, antioxidante produzido pelo organismo e que protege as células da ação dos raios solares, fonte de radicais livres. Além disso, inibe a proliferação de melanócitos, prevenindo manchas de sol.

Tudo de bom!!!

Como consumir a Romã: Além de consumi-la em saladas de frutas ou como condimento de preparações salgadas, você pode se beneficiar usando-a em chás.

O chá feito com as folhas de romã é usado na medicina contra irritação nos olhos, e o chá produzido com as cascas da fruta, para tratamento, na forma de gargarejo, de infecções de garganta.

Para aproveitar os benefícios da romã você também pode bater no liquidificador a casca, as sementes e a polpa com um pouco de água, coe e beba em seguida.

Fonte: http://elizabethprovidasaudavel.blogspot.com/2010/05/os-beneficios-da-roma.html

Crie um site gratuito com o Yola.